Quarta, 24 de Julho de 2024
Saúde SAÚDE

Problemas de saúde podem estar relacionados com a falta de sono, revela pesquisa

Não é mentira quando dizem que o sono é reparador. “Não dormir aumenta o risco cardiovascular.

20/06/2024 às 10h16
Por: Carlos Valentim
Compartilhe:
Problemas de saúde podem estar relacionados com a falta de sono, revela pesquisa

Uma pesquisa britânica comprovou que a falta de sono faz mal para a saúde e deixa a pele com a aparência de envelhecimento. O estudo, que contou com o uso de inteligência artificial para mostrar os impactos no rosto, mostrou que rugas, olheiras e flacidez na pele são algumas das consequências de se dormir menos de 7 horas por noite.

Marcia Aparecida Gonçalo de Moraes, dona de um salão de beleza, conta que tem dificuldades para completar as horas mínimas de sono. “Eu deito na cama de banho tomado às 1h da manhã e durmo trinta minutos depois. Acordo todos os dias às 5h30. Eu me vejo mais envelhecida graças ao cansaço, a olheira, o aspecto de envelhecer mesmo”, diz ela, em entrevista ao SBT Brasil.

A pesquisa feita com dois mil ingleses confirma que não é apenas uma impressão da empreendedora. Encomendado pela Simba Sleep, o estudo entrevistou dois mil ingleses sobre os seus padrões de sono. Os entrevistados também tiveram as condições estéticas de seus rostos catalogadas. Com o uso da inteligência artificial, os pesquisadores estabeleceram a relação entre horas a menos de sono e mais rugas, flacidez, olheiras, etc.

Segundo a pesquisa, os bebês precisam dormir 16 horas. Já crianças precisam de 10 horas de sono, enquanto adultos e idosos, de sete horas em média.

O neurologista Flávio Sekeff Sallem explica que o cérebro entende a privação do sono como um sinal de emergência, como se a pessoa estivesse em uma situação de perigo. “O sangue acaba indo para os órgãos internos, que são justamente os principais nessa situação, foge um pouquinho da pele. Então, esses pacientes, depois de meses, começam a apresentar mais rugas, menos brilho na pele, flacidez, entre outros sintomas”, diz.

O medo de parecer mais velho é desesperador em uma sociedade que hipervaloriza a juventude. No entanto, uma pesquisa como essa tem o valor de alertar sobre o que acontece debaixo da pele. Ou seja, o impacto do sono, ou a falta dele, na saúde como um todo.

Por isso, não é mentira quando dizem que o sono é reparador. “Não dormir aumenta o risco cardiovascular. Ou seja, há mais riscos de infarto, arritmia, derrames, doenças cerebrovasculares,hipertensão arterial, diabetes, entre outros”, complementa o neurologista.

 

Fonte: SBT News

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias